5 de abril de 2007

Ceia do Senhor



Jesus celebra a Ceia do adeus com os discípulos e institui-a como Testamento, à maneira de Testamento, entrega-a como herança à sua Igreja e por isso diz: ”Fazei isto em Memória de Mim”, isto é, fazei isto para celebrar a Memória de Mim.

Jesus não deixou apenas uma lembrança; deixou-se a Si mesmo. É um Memorial.
Memorial não é a mesma coisa que memória, no sentido de recordação subjectiva de alguma coisa passada. Memorial significa a celebração dum acontecimento salvífico, de salvação, que Deus torna presente para nós.



Através deste Memorial da Ceia, Jesus permanece presente com os seus e para os seus e para que a sua obra salvífica continue a realizar-se mesmo para além da sua morte. É como quem diz: ”Eu fico convosco”.



É Cristo quem preside à Eucaristia; o ministro empresta-lhe a sua pessoa. É Cristo que se oferece por nós e a nós. Trata-se de presença verdadeira, real, substancial de Cristo. Cristo feito homem mas também glorificado junto do Pai. Cristo Ressuscitado glorioso, torna-se misteriosamente presente.

Só na fé podemos entender

1 comentário:

elsa nyny disse...

Olá Mafaoli!!

passei e gostei deste momento!!!

beijinhos!!

ps - Vis ter notícias minhas! Espero que aceites...

Enviar um comentário