9 de fevereiro de 2008

A tentação


Procuremos entender as três tentações que o Diabo fez a Jesus. Elas representam a maneira errada de se relacionar com as três realidades: com as coisas, com Deus, com as pessoas.

1º- "Diz a estas pedras que se transformem em pão": aqui é denunciado o modo errado com que o homem e a mulher se relacionam com as realidades materiais. Acumular para si próprio, viver do trabalho dos outros, desperdiçar em luxos e em coisas desnecessárias, enquanto a outras pessoas falta o necessário. A esta tentação estamos nós sujeitos todos os dias. Ora, a Quaresma é tempo de revisão de vida e de conversão.


2º - "Lança-te daqui abaixo:" também nós cedemos a esta tentação sempre que exigimos de Deus sinais do seu amor, sempre que lhe pedimos para ser libertados, mediante graças e milagres, das dificuldades, das contrariedades, das desgraças que atingem as outras pessoas. Em cada situação, feliz ou dolorosa, devemos, sem dúvida, rezar-lhe, não para que conceda privilégios ou para que nos dê luz e força para sairmos mais maduros de cada prova. Não devemos esperar que Deus nos trate de forma diversa da que tratou o seu amado Filho Unigénito.


3º - "Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares": é a tentação do poder, do domínio sobre as outras pessoas. A escolha é entre dominar e servir, entre competir e ser solidário, entre subjugar e considerar-se servo. O desejo do poder é de tal modo imparável que até mesmo quem é pobre é tentado a dominar quem é mais fraco do que ele. A autoridade é um carisma, um dom de Deus à comunidade, para que cada pessoa possa ser colocada no seu lugar e sentir-se realizada. O poder, pelo contrário, é diabólico, mesmo se exercitado em nome de Deus.


Neste tempo da Quaresma somos convidados a rever a nossa vida e darmo-nos conta de que tudo o que temos e somos deve ser canalizado numa linha de humildade e de serviço.
(P. José Granja)

3 comentários:

antonio disse...

Uma belíssima partilha.

antonio disse...

Mafaoli, lancei-te um desafio que agradeço que lhe dês continuidade.

Fa menor disse...

Mafaoli,
Pedia-lhe que atendesse ao pedido do António com brevidade, tem a ver com a quaresma...

Bjinhos

Fa-

Enviar um comentário