26 de abril de 2008

Depois da Ressurreição VIII

Pedro e João na Samaria (Actos 8)
A segunda parte deste relato mostra a autoridade especial dos Apóstolos.
Nos Actos, o baptismo na água e o dom do Espírito Santo estão intimamente associados, mas não são idênticos: havia pessoas que podiam baptizar, mas só os Apóstolos, representados por Pedro e João, podiam conceder o Espírito Santo, o que faziam pondo as mãos sobre os convertidos samaritanos (8,16-17).

Nos samaritanos, o equivalente do «Pentecostes», no que se refere à manifestação extraordinária do Espírito, deu-se no momento da imposição das mãos por Pedro e João. Não se trata de falar em línguas nem doutros sinais exteriores espectaculares. Mas 8,18 deixa-se entender que algo semelhante aconteceu, pois Simão pôde «ver que o Espírito Santo era dado pela imposição das mãos dos Apóstolos».

Enquanto em Act.2 e 10, o Espírito Santo vem primeiro sobre um grupo antes de ser recebido por cada um no baptismo, em Act. 8,16, o processo é inverso. Certas pessoas foram primeiro baptizadas por Filipe e só depois, graças à imposição das mãos dos apóstolos, fazem colectivamente a experiência de uma manifestação do Espírito Santo, semelhante à do Pentecostes.

Talvez a manifestação extraordinária em Act. 8, para além de marcar a inauguração da missão e da implantação da Igreja em novas etapas, tenha um outro significado, relativo ao grupo apostólico. Talvez confirme a importância que Lucas atribui ao grupo dos Doze.

Quanto a Simão, o Mago, «viu» que Pedro e João tinham o poder de conceder o Espírito Santo, tentou adquirir o mesmo poder para si próprio (8, 18-19) ( daqui o termo simonia, para designar a compra ou venda de um cargo espiritual ou coisas santas ). Pedro aplicou um castigo severo a Simão pela sua presunção, embora nos Actos se afirme que Simão se arrependeu (8,20-24).

2 comentários:

Paulo disse...

Gostei do que li...

Fa menor disse...

Interessante!

Jesus não nos deixou sós. Enviou-nos o Seu Espírito Santo para ficar sempre connosco.

Boa Quinta feira de Ascenção!

Beijinhos

Enviar um comentário