12 de janeiro de 2008

Baptismo do Senhor


A festa do Baptismo do Senhor põe fim ao tempo festivo do Natal. Sai do âmbito da infância de Jesus, e coloca-nos na véspera de sua vida pública. A voz de Deus que acompanha o dom do Espírito Santo a Jesus proclama-o “filho amado”(Cf. Mt 3,17) de Deus, no qual Deus se compraz: o beneplácito de Deus repousa nele. Jesus é quem executará o projecto do Pai. Por isso é chamado de “filho”, termo que pode ser aplicado a todo justo, mas no caso de Jesus, de maneira única.
O Baptismo de Jesus marcará o início de sua vida pública, de sua missão redentora no mundo. Assim também deve ser o nosso baptismo que assinala a nossa entrada na comunidade cristã e o consequente início de nossa colaboração com Cristo.

Pelo baptismo os nossos pecados são apagados, a antiga culpa é dissipada e formamos um só corpo com o Senhor Jesus e somos chamados à mesma missão salvadora. Todos, depois de instruídos, devem ser baptizados, desde os tempos dos Apóstolos e isso é testemunhado pela Sagrada Escrituras em vários textos como em Act 2,37-41.
O Baptismo é o sacramento porta. O Baptismo é o primeiro dos sacramentos abrindo-nos as portas para todos os outros. O Baptismo é o fundamento de toda a vida cristã. Assim foi com Jesus que se fez baptizar por João Batista, o precursor para iniciar a sua vida pública, a pregação do Reino de Deus. Também nós baptizados, no dia do nosso baptismo assumimos um compromisso com Jesus, o de iniciar uma vida de pregação do Reino de Deus e de vivência completa e autêntica do Evangelho.

O Baptismo de João acentua a CONVERSÃO. E isso vai ao encontro da pregação de Jesus, cuja a primeira condição para ser cristão é a conversão do coração.
Mesmo não tendo pecado, Jesus procurou o baptismo para começar a cumprir a vontade do Pai, como o fará em várias ocasiões durante a sua vida pública.
O Baptismo confirma a missão de Jesus sobre a terra. A partir do Baptismo Jesus inicia a sua vida pública, ou seja, a sua profecia ministerial, que exercerá com a força e o poder de Deus, e em nome do mesmo Deus, anunciar a conversão e a santidade.

O “céu se abriu”, afirma o Evangelista. São Mateus quer afirmar que começou uma nova etapa na história da salvação, começou a era messiânica, há um novo relacionamento entre o céu e a terra, tudo o que é do céu pode passar a terra, tudo o que é da terra pode entrar nos céus.O Baptismo para a Igreja é a purificação do pecado original; se o baptizado for adulto, terá o perdão de todos os pecados cometidos antes. É o chamado rito de iniciação cristã. É um rito de novo nascimento em Cristo. Pelo Baptismo somos consagrados por Deus para a missão de evangelizar, principalmente para a santidade. Pelo Baptismo todos os fiéis participam do Sacerdócio e da missão de Jesus.
Por isso somos chamados hoje a viver os compromissos de nosso Baptismo e pautar o nosso comportamento pessoal, familiar e comunitário, no quotidiano da vida, nos valores trazidos e apresentados por Jesus, o Salvador.

Assim, na Segunda Leitura, Pedro com um toque de universalidade anuncia a missão de Jesus como Messias e Filho de Deus a partir de seu baptismo por João. O nosso Baptismo deve levar-nos ao serviço de nossos irmãos. Ser baptizado é tornar-se Servo com Cristo, o Servo por excelência. Vamos viver com intensidade nosso Baptismo na busca da solidariedade, da santidade e da salvação.
(Adap.Liturgia Dominical Católica)


Recordemos hoje o dia do nosso baptismo, dia em que nascemos para a vida cristã.
E aqui recordo o meu pároco que neste dia nos interpelava sempre com esta pergunta:
«Sabes o dia do teu nascimento e o dia do teu baptismo, sabes?»

3 comentários:

celina disse...

Pois... Foi a 4 de Abril. He, He... Sei porque fiz o mesmo desafio aos meus catequizandos e tive que decorar para não ficar mal...

antonio disse...

Ah! Bom, com truque não vale. Assim de momento não me lembro, mas tenho desculpa: ainda era um bébé...

mafaoli disse...

pois, pois, mas também nascemos bébés e não esquecemos de celebrar o aniversário, :) .É procurar e celebrar também esse dia.

Enviar um comentário